25 março 2016

PELE OLEOSA | Dúvidas, causas, prevenção, tratamento...


De uns tempos para cá minha pele tem ficado muito oleosa e começaram a surgir muitas dúvidas sobre cuidados, produtos e etc. Afinal não é muito fácil cuidar de maneira adequada cada tipo de pele né?! Para sanar todas essas dúvidas eu fiz uma entrevista com a Camila Elias que é tecnóloga em Estética e Cosmetologia, possui MBA em Cosmetologia aplicada à Dermatofuncional e Estética e está cursando Biomedicina. É proprietária da clínica Naoru Estética e Saúde, inaugurada em 2015 na cidade de Cascavel (PR), que oferece dezenas de tratamentos faciais e corporais para homens e mulheres...

É muito bom ter as informações de quem realmente entende do assunto né?! Por isso vim compartilhar com vocês tudo que ele me contou sobre pele oleosa! Espero que ajude vocês também!

(Aline Arruda) Quais são as causas da pele oleosa?

(Camila Elias) As causas que levam a pele a se tornar oleosa são várias, podem ter relação com a produção de hormônios de forma desregulada - testosterona (geralmente ocorre quando a mulher possui ovários policísticos e em meninos na puberdade), progesterona (aumenta a produção de sebo e é muito característica em mulheres) e ainda se tratando de alterações hormonais temos a produção aumentada de cortisona - hormônio relacionado ao estresse (gera desequilíbrio hormonal, promovendo o aumento da síntese de sebo), então sim, estresse também pode alterar o aspecto da nossa pele!

Além dos fatores hormonais, temos outros que influenciam bastante a nossa pele: temperatura - quando está calor, a produção de sebo fica aumentada, mas não influencia na síntese de sebo; radiação ultravioleta também é agravante - quando a exposição ao sol é frequente e exagerada, ela causa mudanças em nossas células, podendo até aumentar o tamanho das glândulas sebáceas da nossa pele; dieta; idade - geralmente adolescentes tendem a ter a pele mais oleosa devido a mudança que está ocorrendo no organismo, relacionada aos hormônios em produção; também pode ocorrer em mulheres na menopausa, de novo, graças às mudanças que ocorrem no organismo da mulher e por último, consideramos a predisposição genética, relacionada ao tamanho e atividade das glândulas sebáceas. Quando os pais possuem pele oleosa, os filhos têm 50% de chances de herdarem o mesmo tipo de pele.

Como prevenir?

A melhor maneira de prevenir a pele oleosa é adquirindo o hábito de cuidar dessa pele - fazendo sua correta higienização e fotoproteção com produtos indicados e, tão importante quanto, é manter uma alimentação leve, nutritiva e balanceada. 

Quais são os cuidados ideais para quem tem pele oleosa?

A gente recomenda que ao acordar, a pele seja higienizada com um sabonete neutro e, em seguida, seja utilizado um produto indicado para peles oleosas para nutrir e tratar essa pele. Por último, mas muito importante, o filtro solar: uso diário, de preferência sendo reaplicado ao longo do dia. Na parte da noite, recomendamos que seja feita a higienização com um sabonete que contenha uma pequena porcentagem de ácido - eles possuem ação antimicrobiana e queratolítica (queratolítico: é quando o produto consegue remover superficialmente a camada mais externa da pele, aquela que contém células mortas e cheias de queratina). Além disso, ele vai ajudar a manter a pele com viço e um aspecto saudável. Em seguida, recomendamos que seja reaplicado o produto com ativo específico para tratar da pele oleosa.

E os produtos indicados?

Sempre procurar pelos produtos livres de óleo (oil free), com efeito matte, etc. Eu, particularmente, gosto muito de sabonetes com ácidos (salicílico, glicólico, kójiko, mandélico) - são queratolíticos, antimicrobianos, anti-inflamatórios - reduzindo a camada espessa de células mortas, desobstruindo os poros e o consequente acúmulo de sebo dentro do folículo, reduzindo também a proliferação de microrganismos nessa pele e de quebra, possuem efeito clareador! 

Qual a maneira correta de hidratar a pele oleosa?

Para peles oleosas, sempre recomendamos produtos que não sejam a base de óleo (oil free). Geralmente os séruns, géis e loções possuem um toque mais seco, rápida absorção e baixa quantidade de óleo na sua composição. Gosto de indicar produtos que contenham, por exemplo, niacinamida, opala powder ou também os que possuem alta porcentagem de vitamina C em suas fórmulas - são ótimos hidratantes, clareadores e rejuvenescedores.

Ouvi dizer que a nossa pele é o que comemos. É verdade? Quais alimentos são indicados e quais são proibidos para quem tem a pele oleosa como eu?

Sem dúvida! Nossa alimentação reflete totalmente na nossa pele! 
Devemos sempre evitar alimentos ricos em gorduras e açúcares, aquela alimentação vazia que a gente já cansou de saber que não nos faz bem, mas que insistimos em ingerir (bolos, frituras, fast food, etc)! 
Os indicados são aqueles ricos em nutrientes: peixes, massas integrais, saladas, sementes, frutas, vegetais. De preferência, um prato bem colorido e saudável! Esse tipo de alimentação vai ajudar a melhorar não só a quantidade de sebo na pele, mas também a qualidade dessa pele. Ela reflete o que lhe fornecemos de nutrientes. Sempre recomendamos acompanhamento nutricional, já que para cada indivíduo existem indicações diferentes de tipo e quantidade de alimentos para serem consumidos.

Existe algum tratamento específico?

Na verdade, existem vários tratamentos que podemos indicar para peles oleosas, vou citar alguns que eu particularmente vejo que dão bastante resultado: peelings específicos - podem ser feitos tanto no verão quanto no inverno; o laser frio (também conhecido como laser não ablativo), os leds que vêm sendo muito utilizados e são uma super novidade no mercado da estética e também as microcorrentes, que já existem há alguns anos e assim como os outros, ajudam muito na regulação e normalização do estado oleoso dessa pele. Os peelings, quando associados a algumas dessas técnicas, têm seus efeitos potencializados.

E temos a tradicional limpeza de pele, que deve ser feita regularmente num intervalo de 30 a 45 dias, não somente com intenção de regular a produção de sebo, mas sim como um procedimento para desobstrução dos poros, facilitando a absorção de cosméticos, estimulando a renovação celular e mantendo a pele profundamente limpa. Essa limpeza é recomendada para todos os tipos de pele!

Muito obrigada Camila por ter me tirado todas essas dúvidas!

Pele Oleosa, cuidados, tratamento, etc


E vocês, gostaram das dicas? Toma cuidados específicos para o seu tipo de pele?
Se quiserem podem sugerir temas para os próximos posts nos comentários!


Me siga nas redes sociais:
Inscreva-se



Não se gabe do dia de amanhã, pois você não sabe o que este ou aquele dia poderá trazer.
Provérbios 27:1
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

NEW CHIC

Copyright © 2015 | Design: Manu Scharam | Código: Sanyt Design | voltar ao topo